Baloiço do Pisco sem poder baloiçar - a aventura terminou... por enquanto!

Atualizado: Jul 1

Construído no dia 20 de junho de 2020, por um pequeno grupo de jovens trancosenses, no ponto mais alto da Serra do Pisco ( a 989 metros de altitude), mesmo ao lado do Vértice Geodésico, o Baloiço do Pisco foi denunciado às autoridades com base no Decreto-Lei n.º 28-B/2020” — que estabelece o regime contraordenacional, no âmbito da situação de calamidade, contingência e alerta — levando ao seu encerramento, nesta terça-feira, dia 30 de junho.


João Santos, um dos autores deste gigante baloiço de madeira, explicou que a estrutura irá continuar na Serra do Pisco, mas foi notificado pelo Posto Territorial da GNR de Trancoso que teria de retirar as cordas e a tábua. Por enquanto, o Baloiço do Pisco não terá estes dois elementos, até novas "ordens", ou seja, até dia 14 de julho, altura em que será reavaliada a situação de alerta do país.


Nestas duas semanas, durante o dia e ao anoitecer, o Baloiço do Pisco recebeu imensas visitas, onde rapidamente se tornou num ponto favorito para todos aqueles que buscam a “fotografia perfeita”, até porque fica situado na confluência dos concelhos de Trancoso, Aguiar da Beira e Fornos de Algodres, onde a vista se arrasta para a imensidão dos vales e serras que se abre aos pés de todos aqueles que o visitam.


Veja abaixo a reportagem da Beira Alta TV:


1,318 visualizações

© 2020 Beira Alta TV | All Rights Reserved