COVID-19: Ultrapassado um milhão de casos em todo o mundo

O número de casos de infeção pelo novo coronavírus ultrapassou esta quinta-feira um milhão. De acordo com o Worldmeter, o portal agregador de números oficiais, há neste momento 1.004.274 casos registados de Covid-19. O número de vítimas mortais devido à pandemia é agora de 51.556.


Portugal registou, esta quinta-feira, 209 mortes associadas à Covid-19, mais 22 do que na quarta-feira, e 9.034 infetados (mais 819), segundo o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Trata-se de um aumento de 9% nos casos de infeção pelo novo coronavírus. 

Estão 240 pessoas internadas em unidades de cuidados intensivos, entre as 1.042 internadas por todo o País. Os internamentos aumentaram 43%. Em 24 horas, registaram-se mais dez internamentos nos cuidados intensivos.


A Espanha superou nesta quinta-feira (2) a barreira de 10.000 mortes provocadas pelo novo coronavírus, que se propaga a ritmo “exponencial” no mundo com quase um milhão de infectados, em particular nos Estados Unidos, que deve registar dias “terríveis”, segundo o presidente Donald Trump.


As restrições, necessárias em termos de saúde, ameaçam provocar uma crise económica e até a falta de alimentos pela disrupção da cadeia produtiva e o temor do controle das exportações.


Quase metade do planeta está confinado numa tentativa de os governos conterem a propagação do vírus, que já deixou mais de 46.000 mortos no mundo (34.571 na Europa) e quase um milhão de infectados, mais da metade no Velho Continente.


Com 950 pessoas mortas nas últimas 24 horas, um novo recorde diário, a Espanha regista 10.003 vítimas fatais, contra 13.155 óbitos na Itália, o país mais afetado.


Em seguida aparecem os Estados Unidos da América, com quase 5.000 mortos, França (4.032) e China continental (3.312). A Bélgica superou nesta quinta-feira a barreira de mil óbitos provocados pela doença.


Com mais de 300.000 novos desempregados em março na Espanha, a “crise de saúde da COVID-19” teve um impacto extraordinário, anunciou o ministério do Trabalho.


A União Europeia propôs nesta quinta-feira um plano de 100 biliões de euros para apoiar o emprego no momento de crise.

28 visualizações

© 2020 Beira Alta TV | All Rights Reserved