Dez praias fluviais do distrito da Guarda galardoadas pela Quercus com Qualidade de Ouro


Praia Fluvial de Vale do Rossim - Gouveia
Praia Fluvial de Vale do Rossim - Gouveia

As águas balneares de Lapa dos Dinheiros, Loriga, Poço do Lagar e Vila Cova à Colheira (concelho de Seia), Valhelhas e Vale do Mondego (concelho da Guarda), Ínsua de Vale das Éguas e Lameira de Quadrazais (concelho do Sabugal), Relva da Reboleira (concelho de Manteigas) e Vale do Rossim (concelho de Gouveia), fazem parte da listagem das 440 praias distinguidas com “Qualidade de Ouro”, pela Quercus.

Segunda a Quercus a “Região Centro foi aquela que registou a maior subida (de 23 praias, equivalendo a um incremento de 85%)”. Das 440 praias galardoadas, mais 47 do que no ano passado, em 2022, 359 são costeiras, 72 interiores e 9 de transição.


Por regiões, a associação aponta que verificou-se que “a Região Tejo e Oeste voltou a ser registar o maior número de praias galardoadas (103), seguida do Região do Algarve (86) e da Região Norte (78)”.


“Nas Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira verificou-se uma subida de 12 e 5 praias galardoadas, o que representa uma subida percentual de 28% e 17%, respetivamente. A Região do Alentejo registou também uma subida significativa, de 26%.”, sublinha a Quercus.


A qualidade da água, a forma como correu a última época balnear são alguns dos critérios que avalia a Quercus para atribuir “Qualidade de Ouro” às praias.


A associação também informa que “todos os municípios nacionais com uma ou mais praias galardoadas receberam as instruções para a produção da bandeira ‘Praia com Qualidade de Ouro 2022’, não devendo ser utilizados modelos prévios da bandeira”.


“Além da atualização da logótipo da Quercus, a bandeira ‘Praia Qualidade de Ouro’ assumirá em 2022 versões personalizadas em algumas zonas do país, fruto da parceria estabelecida entre a Quercus e empresas responsáveis pelo saneamento de águas residuais nas várias regiões”, diz a Quercus.