GNR na estrada com operação “Páscoa” 2019 até 22 de abril

A GNR intensifica até ao dia 22 de abril, o patrulhamento nas principais vias para reduzir a sinistralidade e apoiar os automobilistas na época da Páscoa. Os militares vão estar atentos às manobras perigosas, utilização indevida de telemóvel, excesso de velocidade e à falta de cintos de segurança, entre outros comportamentos de risco, adianta a GNR em comunicado.


Em comunicado, a GNR informa que mobilizou os efetivos dos Comandos Territoriais e também da Unidade Nacional de Trânsito que prometem estar bem atentos a comportamentos de risco dos condutores. Manobras perigosas, sinalização de manobras de ultrapassagem e de mudança de direção e respeito pela sinalização e pelas regras de trânsito são algumas das situações que vão estar sob o olhar atento dos militares da GNR, além do uso de telemóvel durante a condução, excessos de velocidade e condução sob a efeito do álcool ou a não utilização de contos de segurança, são outras infrações que não serão permitidas.

 

A GNR aconselha que os automobilistas descansem pelo menos de duas em duas horas, adequem a velocidade às condições climatéricas, ao estado da via e ao volume de tráfego e mantenham a calma em situações de elevada intensidade de tráfego, que possam obrigar à circulação a baixa velocidade.


Na operação Páscoa do ano passado a GNR registou 1.010 acidentes, dos quais resultaram seis mortos, 19 feridos graves e 299 feridos ligeiros. Detectou também 6.665 contra-ordenações, menos 1.537 que as registadas em 2017.

10 visualizações

© 2020 Beira Alta TV | All Rights Reserved