Governo espanhol corrige informação: Fronteiras só abrem a 1 de julho

O governo espanhol corrigiu a informação avançada esta manhã pela ministra do Turismo de Espanha, Reyes Maroto, e, afinal, as fronteiras terrestres só reabrem a 1 de julho, avança o El Espanhol, citando um comunicado do executivo. 

Reyes Maroto tinha dado a indicação de que as fronteiras terrestres com Portugal e França iriam reabrir no dia 22 de junho, uma informação que foi recebida com surpresa pelo Governo português. 


O ministro dos Negócios Estrangeiros português, Augusto Santos Silva, manifestou-se surpreendido com o anúncio por Espanha de uma reabertura da fronteira comum a 22 de junho e sublinhou que quem decide sobre a reabertura da fronteira portuguesa "é naturalmente Portugal".

Foto: GNR Guarda

O ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, falando na passada terça-feira sobre a rebertura de fronteiras, admitiu manter encerradas as fronteiras terrestres e aérea com Espanha enquanto existisse uma quarentena interna no país vizinho. "Nós, neste momento, temos a fronteira terrestre encerrada até 15 de junho. Iremos analisando essa situação. Eu admito que, se as próprias autoridades espanholas já disseram que antes de 1 de julho não haverá liberdade de circulação, provavelmente temos de manter encerrada a fronteira terrestre todo este mês de junho", afirmou Eduardo Cabrita, em declarações aos jornalistas à margem da cerimónia de inauguração da Esquadra da PSP de Cedofeita, no Porto.


As autoridades espanholas fecharam as fronteiras em meados de março, exceto a espanhóis, a trabalhadores transfronteiriços e a condutores de mercadorias, num período em que o paí­s entrou em isolamento, de forma a travar o contágio.

Espanha é o quarto país do mundo mais afetado pela pandemia da Covid-19, com mais de 287 mil infetados e 27.128 mortes associadas ao novo coronavírus.

1,018 visualizações

© 2020 Beira Alta TV | All Rights Reserved