Na Guarda vai ser criado um Centro Operacional Agrícola


A Câmara Municipal da Guarda e a AgroGuarda assinaram um contrato de comodato que visa a criação de um Centro Operacional Agrícola da Guarda, através da cedência de um espaço localizado na Plataforma Logística, com uma área total de 1.323,00m2.


Sublinhando a importância do setor agrícola no desenvolvimento da economia, Sérgio Costa, presidente da Câmara, afirmou que com a implementação deste Centro “estamos a criar condições para que os nossos agricultores tenham quem os ajude a promover, a divulgar e escoar os seus produtos”, acrescentando que “a Guarda precisa que os seus produtos sejam reconhecidos pela sua origem porque têm qualidade de excelência”.


Esta sessão, que decorreu dia 9 de maio, nos Paços do Concelho, contou com a presença do presidente e do vice-presidente da AgroGuarda, Jorge Godinho e José Simão Cabral, que assinaram o contrato, da Diretora Adjunta da DRAPC, Vanda Batista, de Presidentes de Junta e de diversos agricultores do concelho da Guarda.