Operação “Páscoa 2022”: GNR da Guarda registou 272 contraordenações e 41 acidentes rodoviários



Durante o período de fiscalização e patrulhamento intensivo da Operação “Páscoa 2022”, e decorrente dos oito dias de operação, de 11 a 18 de abril, o Comando Territorial da Guarda na sua área de intervenção, registou 1 700 condutores fiscalizados, dos quais, 15 conduziam com excesso de álcool e, destes, 10 foram detidos por conduzirem com uma taxa de álcool no sangue igual ou superior a 1,2 g/l. Foram ainda detidas 4 pessoas por conduzirem sem habilitação legal.


Das 272 contraordenações rodoviárias detetadas, destacam-se 114 por excesso de velocidade, 12 por falta de inspeção periódica obrigatória, 14 por infrações por irregularidade respeitantes a tacógrafos; (Tempos de condução, pausas e períodos de repouso), 9 excessos de peso em veículos pesados, 8 por falta de seguro de responsabilidade civil obrigatório, 6 por infrações por irregularidades respeitantes a pneumáticos; (pneus), 2 por anomalias nos sistemas de iluminação e sinalização e 2 por uso indevido do telemóvel no exercício da condução.


Neste período, a GNR da Guarda registou 41 acidentes rodoviários, de onde resultaram 1 feridos graves e 12 feridos leves. Relativamente ao acidente que envolveu o ferido grave informa-se que foi um despiste de viatura ligeira, no dia 17 abril no concelho da guarda.


No ano passado em igual período registamos, 27 acidentes e 6 feridos leves.


Esta operação visou a segurança e a proteção das pessoas, pelo que vai além da fiscalização rodoviária, sendo o esforço também orientado para os locais de festividades, as imediações, zonas residenciais e comerciais, bem como para as vias de circulação rodoviárias mais críticas.