Portugal em situação de alerta até 3 de junho devido a risco de incêndio

O governo decidiu determinar a situação de alerta entre as 23.59 horas desta quinta-feira e a mesma hora da próxima segunda-feira, 3 de junho.


Em causa "as previsões meteorológicas para os próximos dias que apontam para um significativo agravamento do risco de incêndio florestal no território do Continente", refere um comunicado conjunto dos Ministérios da Administração Interna e da Agricultura.


"O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural e o Ministro da Administração Interna e assinaram hoje o Despacho que determina a Declaração da Situação de Alerta no período compreendido entre as 23h59 do dia 30 de maio e as 23h59 do dia 3 de junho de 2019, para o território continental", lê-se ainda.


O Governo teve ainda em conta o comunicado técnico-operacional da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) que determina "a passagem ao Estado de Alerta Especial Amarelo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais nos distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Coimbra, Guarda, Porto, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu, e ao Estado de Alerta Especial Laranja nos distritos de Beja, Castelo Branco, Évora, Faro, Leiria, Lisboa, Portalegre, Santarém e Setúbal".

3 visualizações

© 2020 Beira Alta TV | All Rights Reserved