Prémio Eduardo Lourenço 2021 foi entregue à Fundação José Saramago



Pela primeira vez o Prémio Eduardo Lourenço foi atribuído a uma instituição, a Fundação José Saramago. Reconhecendo o seu importante trabalho na promoção da Cultura, em Portugal e Espanha, e na defesa da Declaração Universal dos Direitos Humanos em todo o mundo, a decisão do júri foi unanime.


Na sessão de entrega do galardão, dia 13 de setembro na Biblioteca Eduardo Lourenço, o Presidente da Câmara da Guarda afirmou que “para estes dois grandes nomes da cultura portuguesa, a península ibérica foi sempre muito maior que o seu espaço físico”. Para Pilar del Rio, Presidente da Fundação José Saramago, este prémio significa o reconhecimento de amizade não só entre povos ibéricos, mas também entre José Saramago e Eduardo Lourenço.


O elogio à Fundação premiada ficou a cargo de Carlos Reis, professor catedrático da Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Comissário das Comemorações do Centenário de José Saramago e ainda Prémio Eduardo Lourenço em 2019.