Projeto PlowDeR das Aldeias Históricas vai ser apresentado em Linhares da Beira

As Aldeias Históricas de Portugal (AHP) anunciaram a criação de um projeto pioneiro, denominado PlowDeR, para medir o impacto económico e social das atividades geradoras de riqueza nos territórios de baixa densidade.

O projeto, financiado pelo Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional (FEDER), foi desenvolvido pela AHP, a Universidade de Aveiro, o Instituto Politécnico da Guarda e a Turismo Centro de Portugal. A iniciativa vai ser apresentada no dia 03 de abril, durante um seminário a realizar na aldeia histórica de Linhares da Beira, no concelho de Celorico da Beira.


A AHP refere em comunicado que, no âmbito do projeto PlowDeR - Análise do Impacto Económico e Social das Atividades Turísticas nos Territórios de Baixa Densidade: o Caso das Aldeias Históricas de Portugal, foi criado "um sistema de monitorização que vai permitir medir o impacto económico e social das atividades geradoras de riqueza nos territórios de baixa densidade".


"O projeto PlowDeR é, assim, absolutamente pioneiro, uma vez que foi criado com o objetivo de dar resposta às lacunas na recolha de informação estatística nos territórios de baixa densidade - em especial à falta de dados qualitativos", indica.


Segundo a nota, "o impacto económico e social dos territórios de baixa densidade em geral, e das AHP, em particular, não está suficientemente estudado, por falta de indicadores".

O projeto-piloto, realizado a partir de setembro de 2017, no território abrangido pelas 12 aldeias históricas, focou-se, maioritariamente, "na definição de um conjunto de indicadores que sirvam de base a uma matriz de referência, que seja capaz de avaliar com precisão o impacto económico e social das atividades turísticas".


Uma matriz que poderá ser replicável "noutros contextos geográficos do país com a mesma base, uma vez que o setor do turismo é considerado de especialização inteligente transversal".

O PlowDeR incide na atividade turística mas, de acordo com a AHP, integra um conjunto de outros indicadores que possibilitam avaliar a propensão do território em análise para atividades económicas diversificadas.


"No caso do projeto-piloto das AHP, a metodologia criada vai possibilitar a recolha dos dados necessários para se poder analisar a performance competitiva da área geográfica das Aldeias Históricas de Portugal", aponta.


A metodologia que resultou do projeto passará a ser utilizada pelas Aldeias Históricas de Portugal. "Espera-se dentro de um ano apresentar os primeiros dados recolhidos a partir deste novo sistema de recolha de informação estatística com foco nos territórios de baixa densidade", é anunciado.


Segundo os promotores, "ao avaliar o impacto económico e social das atividades turísticas das AHP nos territórios de baixa densidade em que estão inseridos, espera-se que o projeto não só forneça às AHP os dados necessários para planearem a sua estratégia de desenvolvimento, mas que também contribua para apoiar a tomada de decisão por parte das entidades que necessitam de ter indicadores económicos e sociais relacionados com a valorização do património".

© 2020 Beira Alta TV | All Rights Reserved