Vila Nova de Foz Côa: Homem detido por posse de armas proibidas após denúncia de ataque de canídeos

O Comando Territorial da Guarda, através do Posto Territorial de Vila Nova de Foz Côa, deteve no dia 30 de março, um homem de 65 anos por posse de armas proibidas na localidade de Vila Nova de Foz Côa.

Na sequência de uma denúncia relacionada com um ataque de canídeos naquela localidade, os militares da Guarda deslocaram-se ao local e encetaram diligências policias a fim de apurar mais detalhes acerca da ocorrência.


No decorrer da ação e enquanto apuravam as circunstâncias do ataque, constataram que na casa do suspeito existia uma bengala em que o punho estava separado do corpo da mesma, sendo evidente a presença de uma peça de ferro que unia as duas partes da bengala. Face às suspeitas de que se tratava de uma arma dissimulada, foi realizada uma busca domiciliária, tendo sido apreendidas duas bengalas que continham no seu interior duas superfícies perfurantes de construção artesanal (armas brancas dissimuladas).


O detido foi constituído arguido, e os fatos foram comunicados ao Tribunal de Vila Nova de Foz Côa.


A GNR relembra que, de acordo com o Regime Jurídico das Armas e Munições, quem, sem se encontrar autorizado, detiver, transportar, guardar, comprar ou adquirir qualquer arma elencada no n.º 1 do Artigo 86.º do mesmo diploma, encontra-se a incorrer no crime de posse de arma proibida.

40 visualizações

© 2021 Beira Alta TV | All Rights Reserved